Ainda o Michigan e a Florida

4 08 2008

Ontem Barack Obama pediu ao comité de credenciação da Convenção Nacional Democrata que restabeleça na íntegra o direito de voto aos delegados do Michigan e da Florida. Provavelmente será bem sucedido na sua argumentação, uma vez que, depois de nomeado candidato presidencial democrata, tem agora o domínio do aparelho partidário.

Não obstante, tal poderá ser uma atitude que tenderá a potenciar o caos aquando da próxima primary season democrata, uma vez que todos os Estados tenderão a tentar antecipar as suas primárias para que os seus problemas específicos sejam ouvidos. Esta antecipação será quase uma certeza, visto que desta vez não existiu qualquer tipo de sanção às transgressões da Florida e do Michigan.

Esta mudança de opinião da parte da campanha de Barack Obama não é inocente, pelo que é uma forma de tentar impedir o avanço dos Republicanos nestes Estados, particularmente na Florida que, em eleições anteriores, já demonstrou ser um Estado decisivo.

Meses atrás na corrida, e Barack Obama pensava de forma diferente, digamos oposta. Nesse momento da corrida, se Michigan e Florida obtivessem direitos de voto totais, Hillary Clinton ultrapassaria o Senador do Illinois no voto popular, o que lhe proporcionaria um forte argumento para não desistir da sua candidatura.

Será então este um factor que o eleitorado poderá ter em conta para avaliar o carácter do candidato democrata à Casa Branca…


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: