Eric Cantor: uma opção estratégica de McCain?

13 08 2008

João Esteves

Sócio ITD

Têm sido diversos os nomes apontados como possíveis escolhas de McCain para a vice – presidência. Nos últimos dias, porém, destacou-se o de Eric Cantor.

Ora, será Eric Cantor uma opção forte e eleitoralmente plausível para formar o ticket republicano? Terá Eric – licenciado em Direito, eleito para a Câmara dos Representantes em 2002 e reeleito em 2006, tendo desempenhado os cargos de líder da maioria republicana e, actualmente, da minoria, judeu – o perfil adequado na óptica dos interesses e ambições de McCain?

Creio que esta é a questão – chave da candidatura republicana, pois não se subsume apenas à escolha de um Vice – presidente, de um mero nome. Não: trata-se de tomar uma opção política fundamental, pois da resposta que for dada se inferirá se McCain prefere pacificar o partido e dirigir a campanha para a tradicional base sociológica de apoio dos republicanos, jogando pelo seguro – ou eleva a fasquia, arriscando a permanência de alguns anti – corpos no seio do Partido Republicano, mas dirigindo-se sobretudo aos eleitores do centro, independentes, alargando aquela base de apoio.

Donde, a escolha de Eric Cantor representaria um sinal inequívoco de que McCain optaria pelo segundo caminho apresentado. De facto, este Representante do Estado da Virgínia tem virtudes políticas inegáveis de liderança, tem um certo peso na estrutura do GOP em virtude de ser o responsável pelas finanças e, recentemente, tem efectuado várias intervenções sobre temas energéticos (o qual tem sido um dos temas mais presentes na campanha eleitoral).

Ademais, pertencendo, tal como McCain, à ala moderada do Partido Republicano, sendo ainda um jovem, poderia se um trunfo político eficaz para conquistar mais eleitores do centro, o que se traduziria naturalmente numa redução da amplitude do substrato potencial de apoio a Obama. Como, segundo as sondagens, a diferença entre ambos é muito curta, será na capacidade de mobilização de sectores independentes, moderados, porventura usualmente alheios à vida política que se decidirá a eleição. Basta a McCain conquistar o apoio de uma pequena franja do centro-esquerda para triunfar e ser eleito Presidente dos EUA.

É certo que sendo Cantor judeu, irá confrontar-se com a oposição de sectores com peso efectivo no GOP – os evangélicos e os cristãos conservadores, designadamente. Pouco importa: como demonstram as sondagens, McCain terá sempre o apoio maioritário da direita, que se mobiliza mais na hora de votar do que os democratas. Aliás, Richard Land, eminente figura da religião baptista nos EUA, já afirmou a sua disponibilidade para apoiar Cantor, tecendo-lhe, inclusivamente, inúmeros elogios…

Em conclusão, se Eric Cantor for escolhido por McCain para seu Vice – Presidente, então, creio que na candidatura de Obama a campainha de alarme vai soar…A eleição, como se vê, não está decidida – longe, muito longe disso…

Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: